Disney+: Preços e plataformas do serviço de streaming

Disney+ estreia dia 12 de novembro nos EUA, Canadá e Holanda mas só chega na América Latina em 2020
0

A Disney revelou nesta segunda-feira, 19, os preços das mensalidades do seus serviço de streaming, o Disney+. O novo concorrente da Netflix chegará primeiro nos Estados Unidos, Canadá e Holanda — em 12 de novembro — e uma semana depois na Nova Zelândia e Austrália.

A empresa não divulgou o lançamento em outros mercados mas é bem provável que o Disney+ esteja disponível na América Latina a partir de 2020.

Preços baixos

Nos EUA, o Disney+ custará US$ 6,99 por mês, aproximadamente metade do pacote padrão da Netflix. No Canadá, a mensalidade será de 8,99 dólares canadenses e, na Holanda, 6,99. Para a Oceania, o Disney+ terá o preço de 8,99 dólares neozelandeses e 9,99 dólares australianos.

Com um catálogo de mais de 300 filmes e 7 mil episódios de séries, o Disney+ também trará conteúdos exclusivos da Marvel e de Star Wars. A empresa afirmou que o serviço deve estar disponível nos principais países do mundo até 2021. No Brasil, o serviço deve chegar já em 2020 mas ainda não se sabe quanto vai custar a mensalidade.

Planos ousados

A expectativa da Disney é unir 90 milhões de usuários até 2025, com o aplicativo oficial disponível nas lojas da Apple, Google, Microsoft, Sony e Roku. Vale lembrar que a gigante Amazon também tem sua própria plataforma de streaming — o Amazon Prime Video.

Com a chegada do Disney+, fica mais acirrada a “guerra do streaming”. A Disney é mais uma a tentar desbancar a gigante pioneira Netflix ao lançar de forma exclusiva todos os filmes e seriados da Disney e Fox, como a saga Star Wars e o desenho “Os Simpsons”, além do catálogo de lançamentos da Marvel.

Outras gigantes como Apple, WarnerMedia, NBCUniversal, Amazon também estão na disputa com suas respectivas plataformas.

Com informações da Variety e Isto É Dinheiro

mm